quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Pintura surrealista

... explorar com a ciência


Material: 1 tina de vidro; leite; corantes alimentares de cores variadas; palitos; conta-gotas; detergente líquido.

Procedimento: Verte algum leite para a tina de vidro.
Adiciona algumas gotas de cada um dos corantes alimentares, em posições diferentes. Molha o palito no detergente líquido e toca na superfície do leite.

Fig. 1 - A tensão superficial do leite será diminuida pelo detergente

Observação:
Aparecem diferentes formas na superfície do leite.


Conclusão: O detergente líquido diminui a tensão superficial, permitindo que os corantes se espalhem sobre a superfície do leite.
Protocolos desenvolvidos pelas professoras Ana Pimentel e Paula Neves no âmbito da Semana da Ciência

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Oficina de escrita

A minha opinião: Os jovens e a TV





Sou de opinião que a maior parte dos jovens atuais passa muito tempo em frente ao televisor, o que pode trazer bastantes problemas tanto na sua educação como a nível social e até de saúde.

A meu ver este comportamento tem algumas vantagens, os jovens ao assistirem a filmes, por exemplo ingleses, conseguem assimilar algumas palavras e enriquecer o seu vocabulário. Quando assistem a documentários ou algo do género desenvolvem os seus conhecimentos históricos e científicos, o que ajuda muito nas atividades escolares mas, mesmo assim, não podem deixar de estudar as matérias.

Porém a TV apresenta algumas desvantagens, os jovens, estando sempre a ver televisão, não estudam e deitam-se muito tarde, então pioramos seus resultados e o seu desempenho na escola. Alguns deles até ficam com problemas de visão devido a este comportamento.

Depois, há ainda a questão do desenvolvimento social. Os jovens ficam de tal maneira viciados que nem sequer convivem com os amigos, fecham-se no quarto e não saem à rua nem com os colegas nem com a família. Esta situação também é bastante má pois estes adolescentes vão perdendo amizades e ficando cada vez mais sós.

Considero que a televisão deve ser usada pelos jovens mas com moderação pois pode tornar-se bastante prejudicial. Os pais destes rapazes e raparigas devem definir horas para os filhos poderem utilizar este equipamento e evitarem todos estes problemas.


Ângela Cruz, n.º 3, 8.º C



segunda-feira, 28 de novembro de 2016

O yeti de Febres

... explorar a ciência



Fig. 1 - Explorar a ciência... Experiência mais votada pelos alunos


Material: amido de milho (farinha maisena); tabuleiro rectangular; água; colher, 2 berlindes; jornal.

Procedimento: Deitar um pouco de amido no tabuleiro e juntar-lhe alguma água. Mexer com a colher, até obter uma mistura parecida à maionese. Mostrar que se obtém uma mistura líquida (mexer e apanhar um pouco com a colher). Pedir a alguém que se aproxime do tabuleiro. Bater na mistura quando a pessoa estiver próxima. A pessoa não fica salpicada, como estaria à espera. Colocar sobre a mão da pessoa convidada um pouco da mistura. Pedir que role como se fosse plasticina e que mostre quando sentir que formou uma esfera. Podes deixar repetir uma segunda vez este procedimento.
Sobre a mancha de mistura coloca os dois berlindes e assim tens um yeti de Febres.

Observações: Ao bater na mistura ela não forma salpicos.
Quando o convidado abre as mãos não está entre elas nenhuma esfera.


Conclusão: Quando se mistura o amido na água, os seus grãozinhos de milho separam-se e flutuam livremente, mas uniformemente espaçados (a mistura parece um líquido). Quando mexes com a colher a mistura os grãozinhos apenas deslizam uns pelos outros, mas mantém-se separados. Ao moveres rapidamente a mistura entre as tuas mãos, obrigas os grãozinhos a aproximarem-se uns dos outros e a ficarem bem organizados (a mistura parece formar uma esfera sólida).
Protocolos desenvolvidos por Ana Pimentel e Paula Neves

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Oficina de escrita

Sanguinheira uma bela aldeia


Ao entrar na aldeia de Sanguinheira, estacione o seu veículo, aproveite para deslumbrar a paisagem onde poderá admirar alguns pontos de interesse e as belíssimas e tipas construções.

Ao chegar à Sanguinheira pelo lado dos Covões, encontrará um cruzeiro com a Cruz de Cristo, que marca a entrada da aldeia de Sanguinheira e o fim  de Covão do Lobo.

De seguida, vire à esquerda e siga sempre em frente, aí verá uma fonte reconstruída onde os aldeões vão encher os seus garrafões, sendo a água tão pura que até mesmo de aldeias vizinhas lá se deslocam. 

Regresse ao cruzamento onde poderá continuar o seu trajeto pela rua principal. Mais à frente, apreciará a capela de Nossa Senhora da Boa Sorte, entre e desfrute de um silêncio reparador, admire a santa padroeira e a restante arte sacra exposta e deixe algum donativo na caixa de esmolas.


Capela
Ao lado da capela de Nossa Senhora erguesse uma capela mais pequenina chamada Alminhas, aí as pessoas da aldeia deixam as esmolas para celebrar missas. Esta capela foi construída no ano 2005 gratuitamente.

Por fim, siga em frente e vire à esquerda na próxima cortada. Mais a frente descobrirá um grande campo de futebol e o respectivo parque de merendas, onde poderá jogar um jogo de futebol e de seguida recuperar as energias.

Parque de merendas

Volte para trás e estará na rua principal, siga até ao cruzeiro  onde deixou o seu automóvel e prossiga viagem.

Por todas estas razões, volte à Sanguinheira, terra de Boa Sorte.

Diogo Jerónimo n.º 9 8.º B
Mateus Caetano n.º 13 8.º B

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Oficina de escrita

          Carta de apresentação


Diana Margarida Silva
Rua dos Bolos nº10
3210-789 Malhada
TLM-921001221

Malhada,28 de novembro de 2016

Assunto: Resposta ao anúncio com a referência 100ª\2016,publicado no Jornal 24Horas a 25\11\2016
     Exmo(a). Senhor(a)

     Gestor(a) da Pastelaria Doce Sabor
     Em resposta ao anúncio publicado no Jornal 24Horas, pedindo um(a) pasteleiro(a), venho por este meio apresentar a minha candidatura.
     Sou certificada em Pastelaria e Restauração pela Escola Profissional Boa Hora da Mealhada e participei no workshop de pastelaria em Veneza orientado pela nova estrela da pastelaria Italiana Giovanni D´Angelo.
     Durante o meu percurso profissional, participei no concurso Sabores da Pastelaria Portuguesa no qual ganhei um estágio na prestigiada pastelaria de Paris Torre Eiffel. Aí trabalhei com grandes nomes da pastelaria francesa, o que contribuiu para a criação dos meus próprios doces.
  Detenho conhecimentos na pastelaria italiana, francesa e portuguesa. Tenho capacidade de trabalhar em equipa e de criar as minhas próprias receitas.
  Estou disponível, para esclarecer dúvidas pessoalmente e espero que a minha candidatura lhe possa interessar.
     Despeço-me com os melhores cumprimentos.

     Diana Margarida Silva  (8.º B)

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Oficina de escrita

 Vilamar


Na partida dos ourives ambulantes

Sugerimos que faça este percurso de bicicleta pois é mais económico do que de carro e menos cansativo do que a pé.

O percurso que vamos apresentar tem cerca de 1,8 km e demora 10 minutos a realizar.
Aproveite esta visita para conhecer um pouco desta aldeia maravilhosa e também para conviver com os seus habitantes.

Comece no Largo da Igreja. Aí, pode observar a Igreja de São Tomé , e na rotunda o Fontanário Largo da Igreja.

Depois, siga em frente pela Rua da Amizade. Siga para norte e vire na segunda cortada à esquerda. À sua direita poderá descobrir a Comissão de Melhoramentos de Vilamar. Vire à sua esquerda e continue sempre em frente pela Rua da Alegria, siga depois para a Rua Dr. Mário Pais de Sousa até chegar à Rua Central Sul. Aí, vire à sua esquerda e entre na Rua Dr. João de Matos, onde  vai ver a antiga Farmácia Cruz. Mais à frente, junto ao entroncamento para a Rua Manuel Cruz Júnior, do seu lado esquerdo, depara-se com mais um antigo fontanário.

De seguida, siga em frente pela Rua Dr. João de Matos e vá até ao Largo da Igreja, local onde iniciou esta pequena viagem.


Se não estiver cansado pode prosseguir pela Rua da Amizade que dará à Rua Penha de França. Aí, continuará sempre em frente até encontrar uma placa a dizer Lagoa da Torre onde poderá desfrutar de uma verdejante e fresca paisagem e fazer um belo piquenique.

Trabalho realizado por:
   Tiago Andrade nº 15 8.º B
Maria Soares nº11 8.ºB