quinta-feira, 15 de junho de 2017

Faça lá um poema

Único



Para mim é único
O prazer que tenho
De pintar, desenhar
Não desistir e continuar.

Nada nem ninguém
Me vai fazer parar.
Vou continuar e
Continuar a imaginar!

Sinto – me leve
Quando pinto,
Gosto de desabafar no papel,
Falar com o pincel.                                                                                                                                                                                            


Sara Pedro, 7.ºA, n.º18

Sem comentários: