quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Faça lá um poema

Explicação do amor


O amor não reconhecido
nunca anda pelo ar.
Deambulando no desconhecido
sem o saber manejar.

O amor é como um barco
não sabe qual o rumo a tomar.
Com um cúpido de flecha e arco
não o poderia comparar.

Quando o amor existe,
já anda pelo ar.
Uma pessoa que nunca desiste
de o amor concretizar.

                                           Tomás Faria Ramos, n.º 18, 6.º A




Karen Arnold. Os pássaros do amor & girassóis.

Sem comentários: