sexta-feira, 4 de maio de 2018

Oficina de escrita

Benedita


Como não havia cadeiras, sentaram-se em almofadas forradas de cetim vermelho, com as pernas cruzadas. Nesse momento abriu-se uma pequena porta e apareceu uma menina a fazer barulho e a olhar para nós com uns olhos lindos.

Chamava-se Benedita e tinha 6 anos. Era magra e media cerca de 1.23m. Destacavam-se nela uns olhos azuis como o mar e umas pestanas longas e pretas como o carvão, uns lábios finos cor de morangos e um nariz de mentirosa, cabelo castanho claro, liso e curto.

Vestia umas calças de ganga e uma camisola azul com renda. Usava uns sapatos castanhos e uma laçinho no cabelo.

Ela era muito simpática e brincalhona, mas quando as coisas não corriam à sua maneira, começava a chorar, resmungar, bater, morder, beliscar,... Nunca parava quieta e odiava comer.

 Apesar disso, era uma boa menina, pois fazía-nos rir.

                                                                                                             Matilde Gandarez, 7.ºB, n.º19 

Sem comentários: